Tradição d’Outros Tempos: Quinta-Feira da Espiga ou Quinta-Feira da Ascensão!

Advertisements

Fonte Da Imagem: Rádio Voz Da Planície.

Coincidência ou nem por isso, hoje, dia 13 de Maio celebra-se a Festa da Ascensão ou Quinta-Feira da Ascensão. É uma festa marcadamente católica, que encerra o capítulo dos 40 dias após a Páscoa.

Este dia é muito especial para mim, tal como a mim, acredito que para muitos dos leitores, este dia nos remeta para as nossas raízes. Neste dia, as crianças das escolas primárias das várias zonas de Portugal rumam aos campos e campestres para colherem as espigas e flores campestres e assim, construírem os seus ramos de Espiga.

O ramo de Espiga, assim designado, é formado por espigas de vários cereais, rosmaninho, malmequeres, folhagem de oliveira, podendo ainda incluir centeio, aveia, margaridas campestres, pampilhos e papoilas.

Segundo a tradição, esperemos que não caia em desuso, o ramo deve ser colocado por detrás da porta de entrada, e só deve ser substituído por um novo no Dia da Espiga do ano seguinte.

Reza a história que o Dia da Espiga era considerado “o dia mais santo do ano”, um dia em que não se devia trabalhar. Diz-se também, que em dias de trovoada se queimava um pouco da espiga no fogo das lareiras para afastar os raios.

E vós, caros leitores, como é o Dia da Espiga por aí? Também têm por hábito ir colher a Espiga ou compram o ramo da Espiga?

 

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.