Cristais: conexão e paixão!

Advertisements

Neste artigo, venho falar-vos de uma paixão que me acompanha desde bastante cedo: pedras ou cristais. Acredito que pelo facto de ter nascido e crescido no campo, o contacto permanente com a natureza e estar ligado ao campo espiritual até parte da minha adolescência.

O uso de cristais das rochas é usado há séculos, com  referência às civilizações antigas egípcias e culturas nórdicas e indígenas espalhadas pelo mundo. Os cristais e minerais são ferramentas, poderosíssimas, que podem e devem ser adicionadas ao nosso dia-a-dia. Outrora, usados como amuletos ou rituais de cura.

Não precisas de ter conhecimento, um profissional ou expert em cristais.

Tudo o que é preciso é confiares na tua intuição, confia no poder da magia e mantem o teu coração e espírito abertos às dádivas que os cristais trarão à tua vida. Atualmente, os cristais estão a desfrutar de um momento auspicioso na consciência de todos.

Os tempos de incerteza, tomaram conta das nossas vidas com o surgimento do vírus Covid19, e muitas pessoas procuram soluções alternativas, formas para se acalmarem, tranquilizarem, aliviar o stress e ansiedade. Já, no meu caso não é exceção. Cada vez mais tenho procurado o auto-conhecimento e terapias alternativas afim de me sentir bem e em harmonia.

Os cristais são excelentes, possuem propriedades energéticas poderosíssimas para identificarmos e resolvermos desequilíbrios energéticos, emocionais, mentais e até físicos em momentos de crise. Por outras palavras, os cristais ajudam-nos a amenizar as nossas dores e maleitas do corpo físico, emocional e/ou espiritual.

Os cristais trazem esplendor e brilho onde quer que sejam colocados, estão em primeiro lugar se fizermos uma lista das criações mais impressionantes da Mãe Natureza e/ou Mãe Terra. Possuem poderes transformadores são muito mais profundos do que parecem à vista, sendo uma combinação poderosa de equilíbrio vibratório, cura pela cor e magia talismânica.

  • Vibração: os cristais são únicos na natureza, pois os seis átomos seguem o padrão mais simétrico possível, criando uma rede cristalina. Eles são poderosos transmissores de energia e vibração. Recordemos a afirmação do inventor transcendental Nikola Tesla: “Se quer descobrir os segredos do universo, pense em termos de energia, frequência e vibração.
  • Cor: a tradição de usar a cor para a saúde e o bem-estar tem sido praticada desde a antiguidade, e as cores vibrantes dos cristais são um dos aspetos mais potentes do seu poder de cura. A ciência provou que somos profundamente afetados tanto física como emocionalmente pelas cores que nos rodeiam, e a um nível metafísico, o nosso sistema de chacras que é fortemente energizado por cores  específicas. Os cristais fornecem uma das formas mais fáceis de adicionar brilhos orgânicos de cor nas nossas casas e espaços de trabalho e, literalmente, mudarão o nosso humor e energia com os seus tons animadores de arco-íris.
  • Talismã: nascido do verbo telein do grego antigo, que significa “iniciar-se nos mistérios”, um talismã é tradicionalmente definido como um objeto que se acredita possuir capacidades mágicas  ou milagrosas, sendo os amuletos os talismãs com os quais a modernidade está provavelmente mais familiarizada.

Quando decides trazer um cristal para a tua vida com uma intenção ou objetivo específico, como por exemplo, o Quartzo Rosa para encontrar o amor, ou Pirite para ganhar confiança, a tua intenção específica transforma o cristal no seu próprio talismã mágico personalizado.

Os cristais funcionam como poderosos amigos responsáveis.

Agora, chegou o momento, de partilhares connosco a tua opinião sobre este post. Os cristais são também para ti uma paixão? Usas algum em casa ou como amuleto “da sorte”? Tens curiosidade sobre algum cristal em particular ou queres saber mais?

Deixa o teu comentário abaixo e partilha-o com os teus amigos ou com alguém cujo conteúdo faça sentido.

 

One thought on “Cristais: conexão e paixão!

  1. Pingback: O Que é a Cromoterapia? – Joaquim Gomes

Leave a Reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.