A Propósito Do Mês Maio: Mês Do Coração!

A Propósito Do Mês Maio: Mês Do Coração!

Advertisements

Maio, é o mês do coração! A 17 de Maio celebrou-se também o Dia da Hipertensão. Sabias que segundo a Direção Geral da Saúde, a hipertensão arterial é um dos principais fatores de risco de doença cardiovascular e doença renal em qualquer idade.  

A pressão arterial é influenciada por diversos fatores e, muitos deles dependem de escolhas nossas, podendo ser prevenida! Além de fatores como o sedentarismo, a idade, a obesidade e o stresse, uma alimentação inadequada, incluindo um consumo excessivo de sal, é um importante fator de risco para o aumento da pressão arterial. O consumo excessivo de sal, ao provocar um aumento do conteúdo de sódio nos fluídos corporais, contribui para a retenção de água e, consequentemente, para o aumento da pressão arterial.  

Segue agora, estás 5 dicas para melhor cuidares da saúde do teu coração e, reduzir a pressão arterial 

1- Reduz a Ingestão De Sal 

  • A Organização Mundial de Saúde recomenda a ingestão diária de 5g de sal, o equivalente a 1 colher de chá rasa. 
  • Neste sentido, é recomendado que: 
  • Faças mais marinadas com ervas aromáticas, especiarias e limão. 
  • Cria as tuas próprias misturas de temperos secos (sem sal) e guarda-as em frascos. 
  • Adiciona salicórnia aos teus cozinhados. 
  •  Passa as conservas de leguminosas, azeitonas e tremoços por água corrente para retirar o excesso de sal. 
  • Analisa o rótulo e opta mais vezes por produtos com teor de sal baixo a moderado. Nos produtos que apresentam semáforo nutricional, opta mais vezes pelos que têm o teor de sal a verdeou amarelo. 
  • O Semáforo Nutricional de um produto com baixo, médio ou elevado teor de sal, apresenta, as seguintes cores: 
      • Verde- Baixo <0,3g 
      • Amarelo- Médio 0,3g a 1,5g 
      • Vermelho- Elevado >1,5g 

2- Aumenta a Ingestão de Potássio 

Não basta limitar a ingestão de sal/sódio. A saúde cardiovascular é também muito influenciada por uma adequada ingestão de potássio. Alguns alimentos onde podemos encontrar este mineral são: 

  • Leguminosas (soja, feijão, favas e grão-de-bico) 
  • Fruta fresca (banana, abacate, kiwi) 
  • Frutos desidratados (uvas passas, figos secos) 
  • Frutos oleaginosos (nozes, amêndoas) 
  • Carne e Pescado 
  • Hortícolas de folha verde 
  • Ervas aromáticas. 

3- Faz Uma Alimentação Completa, Variada e Equilibrada 

A Roda dos Alimentos dá-nos orientações sobre diferentes grupos de alimentos que devemos incluir na nossa alimentação, bem como as quantidades a que temos direito. Varia ao máximo nas opções dentro de cada grupo da Roda e segue os princípios da Dieta Mediterrânea, que privilegia os alimentos de origem vegetal, incluindo em menor quantidade os de origem animal, e se tem revelado eficaz na manutenção da pressão arterial dentro dos valores normais.  

4- Sê Fisicamente Ativo(a) 

A atividade física tem revelado diversos benefícios ao nível do bem-estar físico e mental. Um dos mais importantes é o contributo para a manutenção de um peso corporal adequado, o que tem um efeito positivo na pressão arterial. A atividade física regular pode, ainda, contribuir para uma melhor capacidade de trabalho do coração, o que reduz o esforço necessário para bombear o sangue para o corpo, diminuindo a força necessária por parte das artérias e, consequentemente, reduzindo a pressão arterial. 

A Organização Mundial de Saúde recomenda que façamos pelo menos 150 minutos de atividade moderada (por exemplo, caminhada em passo rápido) ou 75 minutos de atividade vigorosa (por exemplo, corrida), todas as semanas. Isto equivale a 30 minutos de atividade moderada cinco dias por semana. 

5- Diz Não ao Tabaco e Limita a Ingestão de Álcool 

Ambos relacionados com o aumento dos riscos de hipertensão, são fatores de risco que podem ser prevenidos. Por um lado, o tabaco está associado à obstrução das artérias, e, por outro, o consumo excessivo de álcool promove o aumento da pressão arterial. As recomendações variam entre países, mas recomenda-se que para um baixo risco, o consumo de álcool não seja superior a 100g por semana, o equivalente a cerca de 5 copos de 200 ml de vinho a 12,5% vol. Ou 5 copos de 500 ml de cerveja a 5% vol. 

Amanhã, dia 20 de maio de 2021, faz um mês que também eu, recebi a notícia de ser doente de Hipertensão Arterial Pulmonar. O início de uma nova fase, um ciclo que se abre e que me responsabiliza nas tomadas de decisões em prol da minha saúde e bem-estar. 

Neste sentido, para ti que me lês e acompanhas, sou muito grato por isso. Lanço-te o desafio de, assim que possível, faz o rastreio da hipertensão. Cuida da saúde do teu coração. 

E, por aqui, algum dos nossos leitores é doente de hipertensão arterial? Partilha connosco aí nos comentários! 

Sugere-se também, que conheças a Dieta Dash, tema de um próximo artigo, aqui no blogue. 

Fonte do artigo: este artigo foi escrito pelo autor do blogue Joaquim Gomes, tendo como base, o artigo publicado na revista Continente Magazine N.º 128, maio 2021, de 27 de abril a 24 de maio de 2021, pp 74 a 76. Dicas da Nutricionista Continente, Sofia Dinis, Cédula n.º 2779N.  

Por fim, relembro que todos nós podemos ter um papel determinante na prevenção da Hipertensão e zelarmos pela nossa saúde cardiovascular. Por isso, não deixes que as tuas escolhas influenciem negativamente a tua saúde e bem-estar.

17 maio, Dia Mundial Da Hipertensão: faz o teu rastreio gratuito!

Advertisements


No dia de ontem, 17 de maio, assinalaram-se vários marcos importantes. Dos quais, o Dia Internacional de Luta contra a Homofobia e a Transfobia e o Dia Mundial da Hipertensão, da Internet, da Pastelaria e das Telecomunicações.

O mês de maio, é também ele dedicado à saúde e bem-estar do coração. Neste sentido, neste artigo, foco-me no Dia Mundial da Hipertensão, data que é assinalada desde Maio de 2005.

Para assinalar a data são realizados rastreios gratuitos à pressão arterial por várias instituições de saúde, de forma a alertar e prevenir a população para as consequências da hipertensão no organismo, com especial destaque para o AVC (Acidente Vascular Cerebral).


O principal objetivo deste Dia Internacional da Hipertensão é combater o flagelo da hipertensão.


Em Portugal, cerca de 40% da população portuguesa é hipertensa. A hipertensão é uma doença crónica, que pode ser reversível, desde que se adotem hábitos de vida saudáveis. A tensão arterial elevada afeta cada vez mais a população jovem.

A dois dias, de completar um mês estaria eu muito longe de alguma vez, vir a fazer parte destes 40% da população portuguesa.

Sim, a confirmação chegou, sou doente com Hipertensão Arterial Pulmunar! Ainda, a digerir a notícia é em fase de estudo, sabemos que:

A hipertensão arterial aumenta o risco de ataques cardíacos, derrames cardiovasculares e insuficiência renal. Pode ainda originar cegueira, irregularidades do ritmo cardíaco e insuficiência cardíaca. O risco de desenvolver estas complicações é maior na presença de outros fatores de risco cardiovasculares, como a diabetes.

A pressão arterial elevada pode ser prevenida e tratada, cumprindo alguns rituais saudáveis:
– Reduzir a ingestão de sal;
– Fazer uma dieta equilibrada;
– Evitar a ingestão de álcool e o consumo de tabaco;
– Praticar exercício físico de forma regular.
– Os valores ideais situam-se nos 120/80 mm Hg (milímetros de mercúrio).
– Acima de 140/90 mm Hg já se considera estar numa situação de hipertensão.

Este é o meu contributo, alerta e convite, para que possas fazer o teu rastreio de Hipertensão.

Cuida de ti, olha pela tua saúde!