Os 8 pilares da prosperidade por James Allen!

Os 8 pilares da prosperidade por James Allen!

Advertisements

Fonte: wook.pt.

No artigo de hoje, venho falar-te do livro “Os 8 Pilares da Prosperidade“, do autor James Allen, autor do bestseller “Tu És Aquilo Que Pensas“, que já partilhei aqui, no blogue.

Os 8 Pilares da Prosperidade é um livro que aborda o que a maioria das pessoas procuram ao longo da sua vida: como obter o sucesso, seja na área pessoal e/ou profissional.  É um livro fantástico com uma linguagem atual e simples, um texto que permite interagir com o leitor, que nos mostra quais os alicerces (ou pilares) para nos sentirmos felizes e prósperos.

Neste livro são descritos os 8 pilares necessários para formarmos uma base sólida nas nossas vidas, pilares que asseguram o sucesso de espírito, carreira, negócios e empreendimentos. Trata-se do alicerce para construirmos um templo, um império, um negócio (o nosso próprio eu), a fim de obtermos garantia de uma construção bem-sucedida.

James Allen defende que a verdadeira prosperidade se sustenta na nobreza do carácter e que quem é imoral e corrupto jamais conseguirá atingir um sucesso duradouro.

Para o autor, o segredo da prosperidade está ao alcance de cada um de nós e apoia-se em 8 pilares fulcrais que definem o carácter de cada pessoa, são eles:

  1. Primeiro Pilar: Energia
  2. Segundo Pilar: Economia
  3. Terceiro Pilar: Integridade
  4. Quarto Pilar: Sistema
  5. Quinto Pilar: Empatia
  6. Sexto Pilar: Sinceridade
  7. Sétimo Pilar: Imparcialidade
  8. Oitavo Pilar: Autoconfiança

Para James Allen, quem conseguir viver de acordo com estes oito pilares será forte, feliz, amado e bem-sucedido. E tu, concordas?

A moralidade é invencível, e quem se apoia nela até ao fim sustenta-se num rochedo indestrutível; a sua derrota é impossível e o seu triunfo, uma certeza.”

Vejamos, em género de resumo os oito pilares na sua estrutura e esplendor:

  • Energia: estimula o esforço árduo e incansável na realização de tarefas.
  • Economia: é concentrarmos o poder, a conservação do capital e o carácter; este último é um capital mental e, portanto, da maior importância.
  • Integridade: é uma honestidade inabalável; mantém invioláveis todas as promessas, acordos e contratos acima de quaisquer considerações de perda ou de ganho.
  • Sistema: subordina todos os pormenores à ordem, libertando a memória e a mente do trabalho supérfluo e da tensão, reduzindo-se a um só.
  • Empatia: é magnanimidade, generosidade, gentileza sensibilidade; é sermos recetivos, livres e atenciosos.
  • Sinceridade: é sermos sãos e íntegros, firmes e verdadeiros, portanto, não sermos uma pessoa em público e outra em privado, e não assumirmos boas ações à vista de todos, praticando o contrário em segredo.
  • Imparcialidade: é justiça. É pesarmos os dois pratos da balança e agirmos com justiça.
  • Autoconfiança: é procurarmos apenas em nós mesmos a força e apoio, baseando-nos em princípios firmes e inabaláveis; é não confiarmos nas coisas exteriores e que a qualquer momento se podem perder.

Este é sem dúvida, mais um livro do autor, que me fascina e preenche. E tu, o que achas ou qual a tua primeira impressão? Já leste algum livro de James Allen?

Curioso(a)? Aproveita 10% Desconto e compra já o livro Os 8 Pilares da Prosperidade, na wook. Recomendo também, o bestseller Tu És Aquilo Que Pensas, também com 10% Desconto, na wook. Compra aqui.

Sé um(a) apaixonado por livros,

4 Perguntas Que Podem Mudar a Tua Vida!

Advertisements

Não são as respostas que movem o mundo, são as perguntas”.

Concordo plenamente com esta afirmação poderosa de Albert Einstein!

Uma ferramenta poderosa que temos ao nosso dispor, é sem dúvida, a arte de fazermos perguntas poderosas. Elas ajudam-nos a ampliar horizontes, a encontrarmos as respostas que procuramos e ajudar-nos a ter mais clareza, foco e direcionamento na nossa vida. São excelentes habilidades para nos ajudar a gerar insights para alavancarmos mudanças e solucionarmos problemas e obstáculos com mais rapidez em eficácia.  Neste sentido, partilho 4 Perguntas Fundamentais que podem mudar a tua vida! Então, questiona-te:

1- Como quero estar daqui a um ano?

2- O que vou fazer a partir de hoje para isso acontecer?

Daqui a um ano, ao alcançar a minha conquista e objetivo:

3- Qual será a minha recompensa?

4- E, quais serão as deceções se não começar hoje mesmo?

Na verdade, estas questões poderosas aplicam-se a tudo o que desejamos alcançar na nossa vida.

  • Emagrecer
  • Ficar rico(a)
  • Criar o teu próprio negócio
  • Ter o corpo com que sempre sonhaste
  • Ser saudável
  • Ser autoconfiante
  • Mudar de profissão
  • Viajar
  • Estar mais presente para a família

Se, de facto, és uma pessoa corajosa e queres realmente mudar alguma coisa na tua vida, convido-te a um pequeno exercício:

Agarra num papel e numa caneta e responde com sinceridade a estas quatro questões que partilhei contigo.

Sugiro-te que respondas de forma positiva, isto é, sê o(a) mais específico(a) possível. Por exemplo: Eu, vou pesar 60 quilos, até ao dia 31/08/2021.

A partir de agora, só tens que “treinar” o teu mindset (mente) para aquilo que desejas, como se já tivesses alcançado. Mas, atenção!!!

É fácil? Claro que não, tudo na vida exige dedicação e empenho e compromisso. Concordas?

Por fim, mas não menos importante, convido-te a partilhar este artigo com três pessoas que gostas muito. Aceitas o meu desafio?

Check-up: à Direção Da Tua Vida!

Advertisements

Recentemente, adquiri o livro “Poder Pessoal”, do autor, fundador e Coach Hugo Van Zeller. Este livro, surgiu na minha vida num daqueles momentos de (auto)descoberta de nós mesmos.

Neste artigo, venho partilhar um dos capítulos deste livro, intitulado: “METAS” que me ajudou imenso e, acredito fazer todo o sentido para ti que me lês e segues. O autor começa por nos questionar: “Tal como fazes um Check-up médico regular, porque não fazeres um check-up à direção da tua vida?”, faz sentido para ti?

A verdade é que nós seres humanos, propositadamente ou não, estamos constantemente a adiar decisões. Então, decidi partilhar 4 Metas essenciais e simples, para que possas começar a aplicar já hoje.

  • Meta 1: relaxa e dedica uns instantes para escreveres o que realmente queres na tua vida neste momento, sem qualquer censura. Esta tarefa tem como objetivo ser um momento de libertação, por isso, não penses muito, liberta apenas. Se já experimentaste fazer isto no passado e não resultou, não te preocupes, podemos sempre recomeçar a cada momento. Se sentires dificuldade, opta por escrever, primeiro, o que já não queres para a tua vida, e assim desbloqueares o que queres. Lembra-te que o objetivo é simplesmente soltares o que está na tua cabeça.
  • Meta 2: escolhe uma área da tua vida e lá dentro coloca um podium como o 1º, 2º e 3º lugares, escolhendo assim os teus três objetivos principais em ordem de prioridade. A ideia é ires deixando de lado o que não interessa, o que não importa, o que não acrescenta valor à tua vida. Lembra-te que o Foco é das competências mais importantes da tua vida.
  • Meta 3: em frente de cada objetivo escreve o Porquê de o queres alcançar. Ou seja, qual o propósito, que benefício concreto trará à tua vida, o que realmente te vai proporcionar a ti e aos outros. Demasiadas vezes baseamos as nossas escolhas em estímulos imediatos ou motivações externas e não suficientemente nos nossos princípios e valores pessoais. Habitua-te a esta pergunta: “Por que, realmente, quero isto?”.
  • Meta 4: aplica a “Fórmula de Objetivos de Sucesso” que se baseia nos quatro passos basilares:
    • Escreve sempre os teus objetivos de forma positiva (dando mais força à solução do que ao problema);
    • Sê o mais específico(a) que puderes (o nosso cérebro tem dificuldades em se focar no que é vago);
    • Faz com que o objetivo dependa única e exclusivamente de ti e não dos outros (responsabiliza-te, pois és só tu que te podes mudar a ti mesmo);
    • Por fim, coloca uma DATA ou um prazo (caso contrário trata-se de um sonho e provavelmente assim continuará).

Em suma, os objetivos para além de serem uma das seções mais importantes do nosso desenvolvimento pessoal e do coaching, representam um (re)direcionamento da nossa própria vida. São os degraus para o nosso crescimento e evolução. Ao construi-los estamos a construir-nos a nós mesmo(a)s, mesmo que não se realizem exatamente como os idealizamos.

Ao atingires determinada meta ou determinado objetivo, habitua-te a vê-lo como uma conquista, como um prémio e celebra-o junto de alguém que gostas muito.

Este capítulo é para mim de grande importância, ajudou-me imenso no meu início (de nova) jornada de desenvolvimento pessoal e de  constante de aprendizagem e evolução do meu eu interior. Acredito e espero que também o seja, para ti ou para alguém que conheças.

Caso tenhas interesse em adquirir o livro, podes fazê-lo diretamente com o autor, clica aqui. Recomendo, que procures saber mais junto do autor, sobre a Academia Internacional de Coaching.

Partilha comigo, nos comentários, se este artigo te ajudou. Se precisares de alguma ajuda, conta comigo, envia-me mensagem.

© créditos foto do livro Poder Pessoal e do artigo para Hugo Van Zeller, site www.hugovanzeller.com.

5 Dicas Para Aumentar a Tua AutoEstima!

Advertisements

Fonte: zenklub.com.br.

Neste artigo, venho partilhar contigo 5 Dicas para Aumentar a Tua AutoEstima!

Sabes aqueles momentos “existenciais” de introspeção, em que nos questionamos se gostamos de nós mesmos? Existem pessoas que são orgulhosas nas pessoas que elas próprias são ou se tornaram. Outras, nem por isso, apontam em si mesmas caracteristicas a melhorar.

A insatisfação é nata ao ser humano, nunca estamos 100% satisfeitos e isso, também, não é mal nenhum. Existe sempre algo que possamos melhorar para nos elevarmos e acrescentarmos á vida dos outros. Concordas?

Existem atualmente, diversas formas de encontrarmos ajuda, como por exemplo:  terapias,  livros sobre determinados assuntos, a meditação, comunidades que partilham o mesmo propósito. Cabe-nos a nós mesmo(a)s procurar aquela que melhor se adequa às nossas necessidades.

Mas, afinal, o que é a autoestima? 

Podemos assim dizer, que a autoestima é a opinião que cada um tem de si próprio(a), construída a partir das suas experiências pessoais, assente na sua autoimagem e na imagem que os outros têm sobre nós.

Mesmo assim, a autoestima é também definida a partir de experiências do passado. A verdade, é que uma pessoa com uma “boa” autoestima é capaz de se relacionar melhor e se posicionar melhor diante da sociedade e muitas vezes, ter mais empatia. Certamente que concordas comigo!

Aumentar a autoestima é um processo que poderá exigir muito de nós.

Acredito que é uma jornada que começa em nós mesmo(a)s, que passa por termos uma relação connosco mesmo(a)s de aceitação e amor por nós próprios.

Deixo-te, agora, 5 Dicas para Aumentares a Tua AutoEstima!

1-Autoconhecimento

O autoconhecimento é a base de qualquer caminho que desejemos fazer. Necessitamos primeiramente, de identificar os nossos pontos fortes e fracos, compreendermos as nossas limitações e como estes surgiram, para assim, nos amarmos. Uma ferramenta poderosa que descobri e me ajudou imenso, no meu processo de autoconhecimento foi a Numerologia. Foi através da Numerologia e do meu Mapa Numerológico que aprendi tanto sobre mim mesmo. Recomendo!

2-Sê Realista

Nada pode ser tão frustrante quanto definir expectativas irrealistas. Certamente, que já te propuseste em fazer uma dieta para perder 10 quilos numa semana, ou caminhar meia hora por dia durante duas semanas. Provavelmente isso não aconteceu ou não irá acontecer pois é uma expectativa irrealista que nos irá frustrar ainda mais por não cumprimos ou termos cumprido o objetivo.

3-Imperfeito é melhor do que perfeito

Acredita, a perfeição pode paralisar-te! O perfecionismo é um dos hábitos mais destrutivos que podemos cultivar. Temos medo de cometer erros de não satisfazer as expectativas dos outros e isso conduz-nos à infelicidade, a procrastinarmos e, consequentemente, diminui a nossa autoestima. Este processo repete-se infinitamente, tornando-se num circulo vicioso.

No meu Instagram/@joaquimgomes_terapeuta partilhei 3 Dicas Para Parar de Procrastinar.

Por isso, já sabes a imperfeição é melhor que a perfeição. Não pretendo com isto dizer, que devemos ser imperfeitos naquilo que fazemos, mas sim, agir e fazer, fazer acontecer. Devemos sim, fazer sempre um bom trabalho e procurarmos fazer sempre mais e melhor. A vida apresenta-nos novos desafios a cada instante, se vamos ficar à espera pelo momento perfeito, nada acontecerá. Procura maior flexibilidade e lida com as imperfeições com bom-humor e como ponto de partida, para melhorar na próxima fase/etapa.

4-Não te compares com os outros

Cada vez mais, me venho apercebendo que o ser humano está sempre com os olhos voltados para a vida alheia. Estamos constantemente com os olhos postos nas redes sociais de um(a) amigo(a) ou colega de trabalho e, quase que “invejamos” as suas fotografias ou o estilo de vida.

Acredito que isso por vezes, pode interferir o modo como olhamos para a nossa própria vida. Estamos sempre a compararmo-nos com os outros e não vivemos a nossa própria vida, na sua mais plena essência e veracidade. Estarei enganado?

É necessário apreciar as nossas próprias conquistas, acreditarmos em nós, fazer aquilo que desejamos ao invés de querer viver a vida dos outros ou não vivermos a nossa vida por medo ou receio do que o outro vai dizer a nosso propósito.

5-Exercita-te

Está provado que o exercício físico melhora o nosso corpo e mente. Estimula a produção de serotonina e liberta as toxinas do organismo. É também uma forma de autocuidado. Nós precisamos de aprender a cuidarmos mais de nós mesmos e isso é a maior demonstração de que temos autoestima. Experimenta!

Então, diz-me aí nos comentários, se tivesses que avaliar a tua autoestima de 0 (muito mau) a 10 (muito bom), como avalias a tua autoestima?

 

5 Dicas Para Uma (Nova) Semana Extraordinária!

Advertisements

Fonte: belasmensagens.

Oh não, … novamente, Segunda-feira!!!

A Segunda-feira é sempre uma ótima oportunidade de começar de novo, testar novas alternativas e maneiras de deixar o resto da semana mais agradável, leve e produtiva. Então, aproveita este dia para colocares em prática estas 5 Dicas Para Uma (Nova) Semana Extraordinária!

#Dica1 – Organiza-te

Independentemente de qual for a tua profissão, por conta própria ou d’Outrem, a organização deixa tudo mais fácil e eficiente.

Planear a tua semana, a tua agenda, as tarefas e objetivos a alcançar ajuda-nos a ter uma melhor perceção do nosso trabalho, daquilo que já alcançámos ou nos falta atingir rumo ao nosso propósito. Pode, na verdade, não ser uma tarefa fácil, pode levar mais ou menos tempo e está tudo bem. No entanto, o planejamento é essencial, começa por passos simples, como por exemplo, arrumar e organizar a tua mesa de trabalho ou a tua agenda.

Fonte: kaboompics.com by pwxels.com.

#Dica2 – Alimenta-te Bem (Alimentação Saudável)

Algo que jamais deves descurar é a tua alimentação, pois esta merece uma atenção redobrada. Reserva sempre tempo para te alimentares convenientemente e procura ao máximo por uma alimentação saudável. Comer em casa é sempre a melhor opção, mas para quem não tem a oportunidade de fazer todas as refeições em casa, uma das opções e planeares a confeção de refeições para poderes levar diariamente para o trabalho. Deves também, ter sempre à mão frutas para um lanche rápido e saudável.

Fonte: Pixabay by http://www.pexels.com.

#Dica3 – Tempo ao Ar Livre

Sempre, que possível, procura reservar alguns minutos do teu dia-a-dia para passear, andar, caminhar ou praticar algum tipo de atividade física ao ar livre. Principalmente, se vivemos numa cidade, a relação com a natureza permite-nos comtemplar e observar outras coisas, desligarmos por instantes ou ter melhor clareza acerca dos desafios e preocupações pessoais e/ ou profissionais.

Fonte: Blue Bird by http://www.pexels.com.

#Dica4 – Valoriza Os Pequenos Gestos, Cada Momento

Diariamente, devido à azáfama do dia-a-dia vivemos a um ritmo alucinante. Por vezes, esquecemos inclusive de cuidarmos de nós mesmos, concordas?

(In)felizmente, são os desafios e momentos críticos que nos “obrigam” a parar ou a abrandar o ritmo. Esses momentos, são de extrema importância pois ajudam-nos a ter a clareza de que afinal estamos a descurar do nosso autocuidado e abre-nos a mente para simples coisas que até então, não estávamos despertos.

Tão simples, como dar os bons dias ao vizinho(a) do andar ao lado ou do prédio, admirar uma planta ou uma flor que nasceu mesmo ali, na rua por onde passamos diariamente. (Re)aprendemos a agradecer o nosso dia, a agradecer o dom da vida.

Recentemente, devido a uma longa paragem por motivos de doença, pude experienciar isso mesmo, ora vê:

 

5. Faça uma boa ação

Já experimentaste o poder de uma boa ação? Algo tão simples como ajudar uma pessoa idosa a atravessar a rua ou ser gentil no trânsito, nos transportes públicos, agradecer ao empregado que te serviu um café, etc… Deixares de ser tão exigente contigo, ter pensamentos positivos, partilhar uma afirmação positiva nas tuas redes sociais. São tantas as situações, tão simples e práticas que são sempre gestos de gentileza.

Qual a tua dica favorita? Conta-me nos comentários, se esta foi ou não uma semana Extraordinária!!!

 

“Acredita e Confia em Ti, TU PODES!”

4 Dicas Para Criar o Hábito Da Leitura!

Advertisements

Fonte: soupro.olx.pt.

Neste artigo, começo por perguntar-te: gostas de ler?

Pois bem, já deu para entender que neste artigo venho falar-te de leitura.

Confesso que durante algum tempo, a leitura foi algo que ficou num segundo plano. Atualmente, e já de há algum tempo para cá, retomei a leitura e procuro criar o hábito da leitura. Recentemente, a busca por me conhecer melhor, conduziu-me à descoberta do autoconhecimento e a (re)descobrir a necessidade da leitura. Já aconteceu contigo?

Assim, neste artigo partilho contigo 4 Dicas que me ajudam a criar o hábito da leitura e, acredito, que resultem também para ti!

Vem daí, pega no teu diário, no bloco de notas ou num papel e uma caneta e toma nota.

1º Hábito: Leva sempre um livro contigo

Para que possas incluir o hábito da leitura na tua rotina diária, leva sempre contigo na bolsa ou mochila, um livro. Aproveita os tempos livres ou o período da deslocação para o trabalho e lê uma página ou alguns parágrafos do teu livro. Nem que seja, uns meros cinco minutos por dia.

Esta é uma excelente forma de preencher os espaços vazios e, muitas vezes, monótonos do teu dia-a-dia, esta prática pode também ser uma ótima estratégia para teres acesso a mensagens positivas mesmo nos momentos mais desafiantes da tua vida.

2º Hábito: Cria metas de leitura

Para quem não tem o costume de ler, esta tarefa pode ser bastante desafiadora para manteres o foco num determinado texto. Se não tens o hábito da leitura, procura não abandonar a prática da leitura para não te desalinhares com o raciocínio do autor.

Uma boa estratégia é criares metas diárias, semanais ou mensais, como ler uma capítulo de cada vez. Podes também definir horários específicos, livre de distrações para dedicares à leitura, nem que seja (como já referi) uns meros cinco minutos por dia.

3º Hábito: Elimina/ Evita distrações

A nossa concentração é um grande desafio da vida moderna. São inúmeras as distrações que rapidamente nos desligam do que estamos a fazer, o mesmo acontece quando estamos a ler. Por isso, procura estar num sítio calmo e tranquilo para esta prática.  e longe do telemóvel.

Experimenta desligar o telemóvel ou desativar as notificações.  Procura um ambiente tranquilo ou até mesmo, junto da natureza. Usa o momento da leitura para te desconectares do mundo e conectares-te contigo mesmo, com o conteúdo que estás a ler e desfruta ao máximo dessa experiência.

4º Hábito: Faz anotações

Uma das formas de tornar a leitura uma atividade prazerosa e incorporá-la no teu dia-a-dia, é fazer anotações. Podes fazê-la no próprio livro ou manual que estás a ler ou num caderno ou diário. É uma maneira bem simples de prestar mais atenção ao que estás a ler e fixar as aprendizagens na tua mente e coração.

Eu sou um adepto de livros físicos, adoro sublinhar e criar as minhas notas. Algum tempo depois, ao reler, essas anotações estarão presentes na minha mente e, certamente, irão trazer-me novas emoções e perspetivas diferentes daquelas que surgiram inicialmente. Também acontece contigo?

Diz-me aí, nos comentários se já praticas algumas destas dicas e qual o livro que estás a ler ou que me recomendas a leitura.

Atualmente, estou a ler alguns livros, destaco dois deles:

“Cura o Teu Corpo e as Tuas Emoções”, de Lisa Joanes.

“Pense e Fique Rico”, de Napoleon Hill

E, estas são ad 4 dicas para criares o hábito da leitura na tua rotina diária.

Se procuras ideias ou sugestões para próximas leituras, clica AQUI e vês algumas sugestões com descontos incríveis na Wook.

Boas leituras!

5 Hábitos De Pessoas Que Usam a Lei Da Atração Positiva Com Sucesso!

Advertisements

Neste artigo, venho partilhar contigo 5 Hábitos De Pessoas Que Usam a Lei da Atração Positiva com sucesso! Mas, antes de avançarmos importa saber o que é afinal, a Lei da Atração Positiva!

A Lei da Atração é uma técnica que usa a crença de que a mente e o universo estão em conexão por meio da força dos pensamentos. Estes, emitem ondas de energias que chamam ou repelem determinadas vibrações. Por esta mesma razão, é tão famoso o conselho “Pensa em coisas boas e positivas”, porque de acordo com a Lei da Atração, os semelhantes atraem uns aos outros, o que facilita e abre caminho para atrairmos boas e positivas energias. Faz sentido para ti?

Então, aqui ficam 5 hábitos de pessoas que usam esta energia com sucesso, sendo que eles são infinitos!

E tu, usas algum destes hábitos, no teu dia-a-dia? Conta-nos nos comentários!

Conhece as 5 Emoções Humanas e Universais!

Advertisements

Quer tenhamos perceção ou não, a verdade é que convivemos com as emoções no nosso dia-a-dia. As emoções fazem parte de nós, do nosso ser, da nossa essência, do EU.

Emoção no dicionário e.mo.ção, do francês émotion é um nome feminino que se refere ao ato de deslocar ou, na psicologia, como um conjunto de reações, variáveis na duração e na intensidade, que ocorrem no corpo e no cérebro, geralmente desencadeadas por um conteúdo mental.

Antes de entendermos um pouco mais sobre o assunto, é importante que tenhamos clareza de que sentimentos e emoções são coisas bem diferentes. Saliente isto, porque é comum as pessoas considerarem que se trata da mesma coisa, mas na realidade não o são.

A emoção é um conjunto de respostas químicas e neurais que surgem quando o cérebro sofre um estímulo ambiental. Já o sentimento (que eu considero um estado d’alma) nada mais é do que uma resposta à emoção, de como nos sentimos face a uma determinada emoção. Assim sendo, apesar de conceitos distintos, emoção e sentimentos estão em conexão.

Para uma melhor compreensão, quando somos sujeitos a determinadas situações, o nosso cérebro liberta hormônios que alteram o nosso estado emocional. Pode até ocorrer reações físicas como choro, suor, alegria ou riso(s). Cada ser humano tem ou pode ter emoções diferentes perante os mesmos acontecimentos. Isto porquê? Porque somos únicos!

Os sentimentos podem durar por um longo período. Os sentimentos negativos podem inclusive originar doenças como a depressão. São exemplos de sentimentos o ódio, a compaixão, o amor, a decepção e a inveja.

Tipos de Emoções

Existem três tipos de emoções: as primárias, as secundárias e as de fundo. Vamos agora, entender um pouco melhor sobre cada uma delas:

  • As emoções primárias são aquelas que são facilmente percetíveis para as pessoas que estão à nossa volta, como por exemplo o medo e a alegria.
  • As emoções secundárias já não são tão fáceis de se notar, como por exemplo o nervosismo, a culpa ou a vergonha. 
  • As emoções de fundo são aquelas que não são percetíveis, como a calma ou a fadiga. São difíceis de serem percebidas porque estão mais relacionadas com o nosso mundo interno de cada um de nós e que muitas vezes, as ocultamos. 

5 Emoções Universais

Todas as situações que vivenciamos e experimentamos no nosso dia-a-dia despertam-nos diversas emoções. Sabias que existem 5 emoções que são consideradas emoções universais? São elas: o medo, a tristeza, a alegria, a raiva e o nojo. 

Conheces o Atlas das Emoções, criado pelo líder espiritual Dalai Lama. É um site interativo que tem como objetivo ajudar pessoas a compreenderem melhor as 5 emoções universais.

A seguir, vou falar-te um pouco sobre cada uma delas!

O medo é um mecanismo de defesa ou proteção que nos mantém vivos. É inato, o nosso cérebro está em alerta máximo, sempre que estamos perante uma situação de perigo o nosso cérebro libera substâncias que fazem disparar o coração e tornam a respiração ofegante e nos coloca em alerta.

A raiva constante e excessiva pode ser bastante nociva para a nossa vida, no entanto, sabias que esta emoção também funciona como um mecanismo de proteção? Interessante, não achas? O sentimento de injustiça gera raiva para que possamos agir em prol do que acreditamos e defendemos. Assim, uma raiva moderada e controlada pode ser útil para nos ajudar a entender os desafios/ obstáculos da nossa vida e procurarmos motivação em busca de soluções. 

O desafio, é focarmo-nos na raiva descontrolada, uma vez que a emoção raiva pode interferir diretamente nas pessoas à nossa volta. A correria do dia-a-dia, o trânsito caótico, reuniões, filas e outros tipos de frustrações geram em nós uma enorme raiva interna. Por isso, o segredo é não nos deixarmos consumir por esta emoção descontrolada e “descarregarmos” em quem está ao nosso lado.

Sim, não é uma tarefa fácil, concordo! Mesmo assim, procura aprender como administrar a raiva de forma saudável para que esta não afete negativamente o teu dia nem as tuas relações (envia-me mensagem ou comenta este post, se precisares de ajuda neste ponto).

A alegria é a emoção mais positiva, está diretamente associada ao prazer e à felicidade. É a emoção que toma conta de nós quando alcançamos determinado objetivo pessoal ou profissional. A alegria é uma das formas que o nosso corpo tem para nos incentivar à ação, mas atua também, em simultâneo, como uma recompensa. 

É importante, no entanto, (re)lembrar que é impossível sermos felizes o tempo todo, por isso, é necessário que estejas pronto(a) para lidar com desafios, obstáculos e frustrações.  A tristeza faz parte das nossas emoções porque também é importante fortalecermos e amadurecermos o nosso eu interior.  

O nojo gera repulsa ou a necessidade de rejeitarmos algo, criando em nós uma sensação de desagrado bem evidente. Um bom exemplo, para que melhor compreendamos, é a cara feia que as crianças fazem quando lhe damos verduras ou algo que detestam, pois trata-se de uma repulsa de ingerir algo que possa ser nocivo.

A principal função do nojo é evitar qualquer tipo de estímulo que possa provocar uma intoxicação. O nojo também está associado a um caráter social, por meio da rejeição de estímulos sociais, situações ou pessoas tóxicas que nos sugam a energia e bem-estar. 

A tristeza é um estado de desânimo, cansaço e solidão pois é assim que a costumamos definir. Por mais que queiramos fugir dela, é necessário entendermos que ela é uma emoção normal e saudável. Em vários momentos da vida, experienciamos ou vivemos momentos de tristeza. E, quando este estado se prolonga por demasiado tempo, atenção pois podes estar a entrar em depressão e deves pedir ajuda de um profissional, com urgência. 

Inteligência Emocional: Aprende a Lidar com as tuas Emoções

A inteligência emocional é uma ferramenta poderosíssima para aprendermos a lidar com as tuas emoções, tanto a nível pessoal como profissional.

Ao desenvolvermos a nossa inteligência emocional, aprendemos a reconhecer e a lidar com as nossas emoções, entender aquilo que nos motiva diante das frustrações e desenvolvemos outras competências como a empatia e outras habilidades interpessoais.

Todos nós estamos aptos a desenvolver a inteligência emocional. Existem diversas formas para o fazermos, pois existe uma vasta panóplia de cursos sobre o tema, mas também, através da terapia com um profissional. Um psicólogo ou um terapeuta irá trabalhar o autoconhecimento e as nossas emoções compreendendo os seus gatilhos e como lidarmos com tudo o que sentimos.

Queres entrar no próximo Desafio 5 Dias, 5 Emoções Universais? 

Muito em breve, irei lançar oficialmente o Desafio “5 Dias, 5 Emoções Universais” que ocorrerá através de uma comunidade (grupo) privada e exclusiva no facebook, com acesso vitalício e no qual podes conhecer e interagir com outras pessoas com o mesmo propósito. Aceitas o desafio?

Entra já para a lista de espera CLICA AQUI, o desafio é gratuito!

Partilha connosco, nos comentários a tua opinião sobre este artigo. Ela é muito importante para mim! Comenta também com outros temas que queiras que aborde aqui no blogue!

Desafio: “5 Dias, 5 Emoções Universais!”

Advertisements

EM BREVE!!! LANÇAMENTO OFICIAL

DESAFIO “5 DIAS, 5 EMOÇÕES UNIVERSAIS”!

Gostas de desafios, quem é que não gosta de um bom desafio?

É com emoção, pois claro, que vos comunico que em breve será lançado oficialmente, o super Desafio “5 Dias, 5 Emoções Universais”. E, o melhor de tudo é que é gratuito e ainda terás direito a uma oferta surpresa, no final do desafio!

Trata-se de um desafio diário, de 5 dias, nos quais vais poder cuidar, escutar e trabalhar as tuas emoções. Parece-te bem?

Onde vai ocorrer?

O super Desafio “5 Dias, 5 Emoções Universais” irá ocorrer numa comunidade exclusiva e privada no facebook, com acesso vitalício, na qual vais poder conhecer, interagir, vivenciar e experienciar com outras pessoas da comunidade, com os mesmos interesses e propósito. Mais detalhes, serão anunciados em breve!

LISTA DE ESPERA!

O que me dizes, aceitas o desafio? Bora lá … ENTRA JÁ para a lista de espera!

O Desafio é Gratuito!!! RESERVA O TEU LUGAR, preenche o formulário abaixo:

 

Acredita e Confia em Ti, TU podes!

Cromoterapia: Significado da cor Laranja!

Advertisements

Cada pessoa tem uma cor preferida e cada uma das cores diz alguma coisa sobre nós mesmos.

Neste artigo, vamos conhecer a influência da cor laranja sobre o nosso organismo.

Na Cromoterapia, a cor laranja traz-nos força, coragem, determinação e ousadia. É uma cor que nos estimula e inspira, dá energia e faz-nos agir/fazer acontecer.

Sabias que a cor laranja é considerada a cor da prosperidade? É verdade, afinal, se estivermos mais ousados, corajosos e cheios de energia, tudo flui de maneira tranquila, sentimo-nos mais seguros.

A cor laranja é uma mistura ou sinergia entre as cores vermelho e amarelo.

Na Cromoterapia, o laranja é utilizado para tratar problemas relacionados com o baço, pulmões, o pâncreas e os músculos. É uma cor estimulante e ajuda a minimizar as crises de asma, bronquite, reduz dores menstruais e é um excelente energizador e eliminador de gorduras localizadas.

Gostas deste conteúdo? Qual é a tua cor favorita, comenta abaixo nos comentários.

 

Cromoterapia: Significado da cor Azul!

Advertisements

Cada pessoa tem uma cor preferida e cada uma das cores diz alguma coisa sobre nós mesmos.

Neste artigo, vamos conhecer a influência da cor azul sobre o nosso organismo.

Na Cromoterapia, a cor azul é a primeira cor fria, mais subtil para trabalharmos as nossas emoções e sentimentos. Traz-nos calma, relaxa a mente e consequentemente o corpo, permitindo-nos um contacto com a nossa essência, a conectar-nos com o nosso eu interior.

A cor azul, atua diretamente no Chakra Laríngeo, localizado na zona da garganta, e facilita a verbalização e expressão, tudo o que sentimos ou que nos incomoda e suga as energias.

Assim sendo, sempre que sentires a necessidade de trabalhar a energia da comunicação, faz a seguinte tarefa: começa por visualizar a cor azul no teu Chakra Laríngeo, por cerca de cinco minutos diários. Uma outra possibilidade é a ingestão de água solarizada da mesma cor.  Se pretenderes saber mais ou como preparar a água solarizada, comenta este artigo ou envia-me mensagem privada.

Gostas deste conteúdo? Qual é a tua cor favorita, comenta abaixo nos comentários.

Cromoterapia: Significado da cor Vermelho!

Advertisements

Cada pessoa tem uma cor preferida e cada uma das cores diz alguma coisa sobre nós mesmos.

Neste artigo, vamos conhecer a influência da cor vermelho sobre o nosso organismo.

O vermelho traz vitalidade, confiança, otimismo, coragem, sucesso e atração. É também, uma cor que aumenta a energia, vitalidade e adrenalina.

Na Cromoterapia, o vermelho é utilizado para melhorar o funcionamento do coração e ativar a circulação sanguínea. A cor vermelha ajuda a curar a depressão e melhorar a autoestima.

Gostas deste conteúdo? Qual é a tua cor favorita, comenta abaixo nos comentários.

Cromoterapia: Significado Cor Verde!

Advertisements

Cada pessoa tem uma cor preferida e cada uma das cores diz alguma coisa sobre nós mesmos.

Neste artigo, vamos conhecer a influência da cor verde sobre o nosso organismo.

Na Cromoterapia, a cor verde possui uma ação refrescante e calmante, ajuda a promover o bem-estar físico e mental. Também está ligado ao elemento madeira, por isso combina muito bem com o marrom. A cor verde representa crescimento e traz equilíbrio e calma.

Gostas deste conteúdo? Qual é a tua cor favorita, comenta abaixo nos comentários.

O Que é a Cromoterapia?

Advertisements

Ao longo da nossa vida, são inúmeras as vezes que os nossos amigos, familiares ou colegas de trabalho, nos perguntam: Qual a tua cor favorita? Pois é … uma boa dúzia de vezes, certo?

E, ainda antes de, avançar para o tema deste artigo, pergunto-te: Já alguma vez te sentiste mais alegre ou melancólico(a), ao usar determinada cor de vestuário? Acredito que sim, o que acontece é que nem sempre conseguimos identificar o motivo ou, simplesmente, associá-lo ao facto da cor de vestuário que usados.

As cores têm esse poder de influenciar as nossas emoções, tanto do nosso corpo físico como mental. As cores fazem parte do nosso dia-a-dia, estão presentes à nossa volta e muito raramente, pensamos sobre isso.

Então, convido-te a descobrir este mundo maravilhoso das cores, a magia que esta terapia fabulosa nos pode oferecer, despertar ou consciencializar para melhor vivermos, com mais qualidade de vida e bem-estar, em pleno equilíbrio físico, mental, emocional e espiritual.

HISTÓRIA DA CROMOTERAPIA

Vem daí, vamos juntos conhecer um pouco da história da Cromoterapia, acredita-se que terá sido possivelmente, o primeiro tipo de terapia usada pelo Homem.

A  terapia da Cromoterapia é usada desde as antigas civilizações, do Egipto antigo, Índia,  China, Grécia, nos grandes templos de Karnak e Tebas de Luz, Heliópolis (cidade da luz).

Desde a antiguidade que já se tinha conhecimento do espectro solar (luz do sol) sobre as nossas vidas e da sua importância na sua utilização. O tratamento pela cor, foi possivelmente, o primeiro tipo de terapia usada pelo homem, sendo um recurso natural para equilibrar o organismo e mantê-lo em perfeita harmonia, tanto na absorção das cores como no uso das cores através da ingestão de alimentos.

Nos tempos de Atlântida as doenças físicas, mentais e emocionais eram tratadas com as cores. Os seus habitantes construíram um templo de cura pelas cores, fazendo assim experiências sobre o uso destas, na saúde. Ao redor da sala principal existiam salas individuais de forma de cura, cada uma com uma cor diferente para um fim específico. Estas salas eram usadas para a cura física, partos, problemas de relacionamento e até, emocionais. 

Também os egípcios construíram templos de cura. Arqueólogos descobriram vários templos construídos de tal forma que os raios solares refletiam as cores do arco-íris, as salas tinham janelas de cristal ou vidro que filtravam a luz que emanava as cores.

As pessoas passavam por um diagnóstico e depois eram colocadas numa sala que emanava a cor da qual estavam em desarmonia ou em falta. Os egípcios usavam também outras técnicas como os cristais, pois acreditavam que eles também possuíam as cores puras do Universo. Também podes gostar de (re)ler Cristais: conexão e paixão, que partilhei algum tempo, aqui no blogue.

O QUE É CROMOTERAPIA E COMO FUNCIONA

A Cromoterapia é baseada nas sete cores do espectro solar e cada uma delas tem a sua vibração específica.

Esta técnica consta na relação das principais terapias complementares reconhecidas pela OMS (Organização Mundial de Saúde), desde 1976.

As cores representam potenciais químicos que vibram em frequências elevadas e que atuam nas células do corpo humano, equilibrando-o num todo.

Existe uma cor responsável por cada órgão ou sistema do corpo humano. Uma cor que estimula o seu bom funcionamento, enquanto que outra o inibe e potencia o seu desequilíbrio. Assim, ao conhecermos a ação das diferentes cores sobre cada órgão ou sistema, podemos aplicar a cor apropriada (em falta) para preservarmos a nossa saúde, manter o nosso corpo em equilíbrio e vivermos uma vida mais saudável e com bem-estar.  

As doenças instalam-se no nosso corpo físico quando o equilíbrio dos órgãos é perturbado ou se encontra em desequilíbrio. É importantíssimo conhecermos o nosso corpo e sabermos escutá-lo!

O ser Humano e a natureza necessitam da luz do sol para viver. Recebemos a luz solar a qual tem sete raios solares principais que são distribuídos pelo nosso corpo, físico e energético. Assim, ao existir desequilíbrios dessas cores no nosso corpo físico, adoecemos.

Existem diversos instrumentos para a introdução das cores em falta ou em desequilíbrio no nosso corpo, como é o exemplo do bastão cromático, lâmpadas, lanternas, natureza, alimentos ou até mesmo pela visualização e imaginação. Aplica-se a cor no Chakra (centro energético do nosso corpo) ou no local a ser tratado, com o objetivo de resgatar a harmonia vibracional das áreas afetadas, restabelecendo a saúde física, ,mental, emocional e espiritual.  

Assim sendo, a Cromoterapia é a prática científica da utilização de luzes de diferentes cores no tratamento de doenças do corpo, da mente e sentimentos, os quais estão em desequilíbrio.

Este método é capaz de equilibrar as “energias” do corpo humano, tratando doenças e trazendo bem-estar, num todo.

Já conhecias a história da cromoterapia? Nos próximos artigos, vamos desmistificar o significado das cores e como elas são tão importantes, no nosso dia a dia! Comenta aí nos comentários, qual a tua cor favorita!

A Natureza e o Poder Da Mente!

Advertisements

Partilho contigo, um excerto do livro “Comanda a tua mente, comanda o teu destino“, de James Allen, autor do bestseller “Tu És Aquilo Que Pensas“.

“O ser humano, enquanto ser pensante, dispõe de todos os poderes da mente e é dotado de uma capacidade ilimitada de escolhas. Aprende através da tua experiência e podes acelerar ou retardar a tua aprendizagem. Não estás arbitrariamente preso a nada, foste tu que criaste as amarras que te prendem a muitas coisas; e porque foste tu mesmo que as criaste, poderás, quando quiseres, libertar-te delas”.

Conta-me aí nos comentários a tua opinião ou se preferires, envia mensagem privada.